Home 5 estilos de dança de salão para dançar em casal

5 estilos de dança de salão para dançar em casal

Trazida pelos europeus no século XVI, a dança de salão chegou ao Brasil para encantar e marcar as festas da época. Os estilos de dança de salão são bem variados devido às influências que essa modalidade recebeu — como a africana, por exemplo — e são uma excelente forma de integração social.

Além de poder conhecer outras pessoas de uma forma divertida, aprender novos ritmos a dois proporciona um bom condicionamento físico, aumenta a autoestima e melhora a coordenação motora.

Quer saber mais sobre a dança de salão? Então, confira os cinco estilos de dança de salão que listamos a seguir!

1. Forró

Nas cidades nordestinas no século XIX, surgiu um dos estilos de dança de salão mais animados que existe: o forró. Tradicionalmente, a música é marcada pela presença do triângulo, sanfona e zabumba. No entanto, um público mais diversificado foi atraído para essa modalidade quando surgiu um tipo de forró que utilizava instrumentos musicais eletrônicos.

Não é uma dança difícil de aprender, sendo muito recomendada para quem está começando a ter interesse pela dança de salão. Basicamente, o casal fica com o corpo colado, dando dois passos para a direita e dois para a esquerda, e vão se movimentando por todo o salão.

2. Tango

De origem Argentina, o tango é um dos estilos de dança de salão mais admirados no mundo por seus movimentos dramáticos e de rápida execução.

A dança é conduzida pelo ombro esquerdo e o casal dança bem próximo um do outro, podendo realizar movimentos improvisados. Já a música é tocada com violino, violão e flauta.

3. Maxixe

A versão brasileira do tango é o maxixe. Ele surgiu nos bairros da periferia do Rio de Janeiro em 1870 e foi um estilo que recebeu duras críticas na época, chegando a ser proibido. O motivo para isso é a sensualidade presente nessa dança.

A coreografia é feita com passos curtos, praticamente sem tirar os pés do chão, e com bastante rebolado.

4. Samba de Gafieira

O samba de gafieira é um tipo de dança a dois — diferentemente do samba no pé —, em que o homem conduz a sua parceira, faz gestos de proteção e demonstra um pouco de malandragem. É uma herança do maxixe e surgiu no Rio de Janeiro no século XX.

5. Salsa

A salsa começou a se destacar em Cuba no século XVIII e recebeu influências de outros estilos de dança de salão latinos, como o cha-cha-cha, rumba e mambo.

Os movimentos são feitos para os lados e com muitos giros. Assim como no maxixe, a sensualidade é uma forte característica da salsa.

Dançando qualquer um desses estilos de dança de salão, você trabalha todo o corpo e alivia o estresse do dia a dia. Se você gosta de sair à noite, uma ótima opção de diversão é aproveitar o momento para se entregar ao universo desse tipo de dança. Entretanto, vale destacar que é fundamental deixar a vergonha de dançar em público de lado para que ela não te impeça de curtir essa atividade tão prazerosa!

Gostou do nosso post? Compartilhe-o nas redes sociais e deixe seus amigos por dentro dos diferentes estilos de dança de salão!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *