Home Chuva em Natal: o que fazer na cidade em dias chuvosos?

Chuva em Natal: o que fazer na cidade em dias chuvosos?

O Rio Grande do Norte é conhecido por fazer calor durante o ano todo, com dias quentes e ensolarados, mas e se chover durante a sua viagem? Calma, isso não significa que tudo está perdido! Afinal, existem diversos programas ideais para dias chuvosos.

Portanto, se você tem uma viagem programada para o estado ou se começar a chover durante a sua viagem, não se preocupe. Confira essas dicas de passeios para os dias de chuva em Natal e divirta-se!

Conheça o Shopping do Artesanato Potiguar

Esse é um passeio que deve estar na sua lista independentemente do clima na cidade, pois o lugar reúne mais de 170 lojas com produtos variados: elementos decorativos, esculturas em madeira, roupas feitas à mão, gastronomia e conveniências. Sabe aquelas lembrancinhas fofas de viagem? Você vai encontrá-las com preços muito atrativos!

Após caminhar pelas lojas e escolher os presentes, que tal parar um pouco e comer para repor as energias? Não precisa nem procurar por restaurante, pois o shopping tem diversas opções para lanches e refeições, baseadas no melhor da culinária nordestina. Não saia de lá sem experimentar as cachaças regionais, temperos e castanhas. Uma delícia!

O Shopping do Artesanato Popular fica na rua Engenheiro Roberto Freire, 8000, no Bairro Ponta Negra. Funciona de segunda a sábado, de 10h às 22h e, aos domingos, de 9h às 21h.

Visite os museus de Natal

Vamos combinar que uma das melhores programações turísticas é explorar museus. Conhecer a história e a cultura de um povo é o primeiro passo para ter uma melhor experiência em um destino. E como a maioria desses lugares é coberta, então você pode escolher dois ou três e criar um roteiro para os dias de chuva.

Natal tem museus que contam a história da cidade durante a Segunda Guerra Mundial, como a Barreira do Inferno, e que reúnem grande parte do acervo que revela a cultura do estado, como a Pinacoteca e o Museu Câmara Cascudo. Veja outras opções:

  • Forte dos Reis Magos;
  • Solar João Galvão de Medeiros;
  • Centro de Lançamento da Barreira do Inferno;
  • Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte;
  • Espaço Cultural Palácio de Potengi (Pinacoteca);
  • Memorial, Museu e Casa de Câmara Cascudo;
  • Museu do Brinquedo Popular;
  • Museu da Cultura Popular;
  • Museu de Arte Sacra.

Desfrute da saborosa culinária potiguar

O Rio Grande do Norte tem um cardápio bem diversificado, com destaque para o camarão como prato principal — o estado é o maior produtor do Brasil. Mas a culinária local também é especializada em carnes, como a típica carne de sol, massas, doces e bebidas. Há diversos restaurantes espalhados pela cidade, com opções para todos os gostos.

Se você aprecia comida típica, vá ao Pinga Fogo ou Mangai, mas se prefere pratos mais refinados, opte pelo Manary Gastronomia & Arte. Quem gosta de frutos do mar, vai adorar o Camarões Restaurante e o Nau Frutos do Mar, já os amantes de carne devem conhecer o Tábua de Carne, e aqueles que preferem massas, podem escolher entre o Piazzale Itália e a Pizzaria Mazzano.

Aproveite a animação do Forró com Turista

O Centro de Turismo de Natal funciona todos os dias, independentemente das condições climáticas. É o lugar ideal para fazer compras, visitar as galerias, conferir artesanatos, peças de decoração e dançar! Isso mesmo, afinal de contas, conhecer o Nordeste sem “arrasta pé” é o mesmo que não ter viajado. Por isso, aproveite a animação local e o trio pé de serra para dançar bastante no Forró com Turista.

É um passeio válido tanto para o dia, explorando as atrações culturais e históricas — e a gastronomia do Marenosso Restaurante — quanto para a noite, com compras nas lojinhas e muita música, dança e diversão!

Agora que você já sabe o que fazer em dias de chuva em Natal, que tal saber como funciona o clima no estado? As chuvas se concentram no primeiro semestre, com grandes possibilidades de fevereiro a agosto. Mas também existem chances de chover de setembro a janeiro, apesar de serem menores. De toda forma, é possível explorar o destino de diversas maneiras, com ou sem chuva!

Gostou das dicas? Então programe a visita e confira como chegar ao Forró com Turista!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *