Conheça a história e algumas curiosidades do Rio Grande do Norte

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

O Rio Grande do Norte é um dos estados mais visitados do nordeste brasileiro. O motivo são as deslumbrantes paisagens com praias, dunas e lagoas, além da rica cultura e da deliciosa gastronomia potiguar.

Mas existe um tema que surpreende tanto os turistas quanto os moradores: a história do Rio Grande do Norte. Vale a pena acompanhar este texto para entender sobre o seu surgimento e suas curiosidades. Confira logo abaixo!

História

O estado surgiu no contexto das capitanias hereditárias. Foi palco de muitas guerras durante o período de ocupação, disputadas entre portugueses, holandeses e franceses. Um dos principais monumentos de Natal é marco desse período: o Forte dos Reis Magos.

Atrações turísticas

O estado reúne riqueza de biodiversidade e grandes equipamentos culturais e turísticos. Há opções para todos os gostos, veja algumas sugestões na capital e cidades próximas.

Para o dia

Pela manhã você pode aproveitar as praias, parques e lagoas. Os museus também são uma boa pedida. E para tornar o passeio mais proveitoso, inclua monumentos históricos no roteiro, como o Forte dos Reis Magos, a Capitania das Artes e o Centro de Lançamento de Foguetes Barreira do Inferno.

Para a noite

No fim do dia prepare-se para muita animação. É hora de conhecer os restaurantes e seus maravilhosos pratos com a especialidade da casa: camarão. Depois vá ao Centro de Turismo de Natal para apreciar a galeria de arte e a exposição de artesanato. Finalize a noite na tradicional festa Forró com Turista.

Cultura e culinária

Para entender melhor a história e cultura potiguar, faça um passeio pelo bairro Cidade Alta. Lá, você vai conhecer a Igreja Nossa Senhora da Apresentação (matriz) e a Praça André de Albuquerque. Outras construções históricas que valem a pena conhecer são a Casa da Viúva Machado e o Palácio Potengi.

A culinária é especializada em frutos do mar e carnes, como a típica carne de sol. Mas também há massas, tapiocas e doces nos diversos restaurantes espalhados pela cidade. E para refrescar o calor, experimente as frutas locais: caju, cajarana, cambuí e ingá.

Curiosidades sobre o Rio Grande do Norte

Sabe aquelas informações que você só fica sabendo quando tem contato com a comunidade local? São detalhes que nem sempre são divulgados nos passeios turísticos, mas fazem toda a diferença na sua viagem. Reunimos algumas delas para você conhecer mais sobre o estado. Veja!

Origem do nome

Você já imaginou qual a relação dos estados Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul? Eles têm nomes parecidos por causa da geografia local. O primeiro a ser batizado como Rio Grande foi o do Norte, no século 16, em homenagem ao Rio Potengi. Somente no século 18 que surgiu o segundo Rio Grande, no Sul do país. Então os termos “norte” e “sul” foram acrescentados para diferenciar os estados.

Já o gentílico “potiguar” significa “comedor de camarão”, na língua indígena tupi. A prática indígena continua até hoje. Não é à toa que o estado é o maior produtor de camarão do Brasil.

Maior cajueiro do mundo

Uma das maiores atrações do estado fica na praia de Pirangi do norte: o maior cajueiro do mundo. São 8,5 mil metros quadrados ocupados pela copa da árvore. Para ter uma ideia, o tamanho equivale ao espaço ocupado por 70 árvores convencionais de caju.

Dunas do Genipabu

Se você não conhece nenhum deserto, vai se sentir em um ao chegar nas Dunas de Genipabu. Elas atingem até 40 metros de altura. A vista de cima é espetacular. Você também pode aproveitar os passeios de tirolesa ou skibunda.

Segundo mar mais salgado do mundo

O Rio Grande do Norte tem o segundo mar mais salgado do mundo, perdendo apenas para o Mar Morto, no continente asiático. Por esse motivo o estado construiu um porto-ilha para abastecer o mercado brasileiro.

Viu como a história do Rio Grande do Norte tem muito a oferecer? O estado reúne itens e monumentos da época da colonização portuguesa e equipamentos modernos como os foguetes do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno. Além disso, cultura e gastronomia local tornam a experiência ainda mais enriquecedora.

Ficou com vontade de conhecer Natal? Então confira nossas dicas para montar um roteiro e aproveitar melhor a cidade!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-