Conheça as principais danças típicas do nordeste

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

As principais danças típicas do Nordeste do Brasil demonstram quais são as características de seu povo, pois são sempre alegres, coloridas e muito festivas. Em vista disso, não há dúvidas de que a região concentra um dos mais belos e ricos acervos culturais de todo o território nacional, não é mesmo?

A seguir, você vai saber quais são as principais danças típicas do Nordeste brasileiro para se inspirar a conhecer uma das regiões mais incríveis do país. Confira!

Frevo

O frevo está entre uma das mais populares e animadas danças nordestinas. Além de ser um ritmo conhecido mundialmente, também é reconhecido como um patrimônio cultural da humanidade, título concedido pela UNESCO desde 2012.

A dança surgiu entre o final do século XIX e meados do século XX, no estado de Pernambuco. Foi inventado por compositores carnavalescos, cujo objetivo era propagar a euforia nos blocos de rua.

Para quem não sabe, o nome é um trocadilho da palavra “ferver’, que faz uma alusão ao ritmo fervoroso e alegre da dança, sendo até os dias de hoje um dos tipos de danças nordestinas mais presentes no Carnaval. Os movimentos são frenéticos, com saltos e passos bastante acelerados, sempre acompanhados de sombrinhas coloridas.

Torém

É uma dança popular advinda do Ceará que tem origem nos povos indígenas que habitavam a região. Os dançarinos ficam em volta de um círculo, sendo que um componente se localiza no centro. As vestimentas também seguem referências indígenas, visto que os participantes usam cocares e pinturas no corpo.

A dança apresenta um ritmo acelerado no qual os dançarinos imitam movimentos de animais, como a tainha e pássaros. Geralmente, o torém é executado no período de colheita do caju, e, por isso, os participantes bebem durante a dança uma bebida típica indígena que é produzida a partir da fermentação dessa fruta (mocororó).

Caboclinhos

É uma dança folclórica na qual os participantes saem dançando pela cidade com a finalidade de difundir diversão por onde passam. A princípio, foi criada como uma homenagem aos primeiros habitantes de Pernambuco, porém mais tarde passou a ser incorporada por outros estados nordestinos, tal qual o Rio Grande do Norte.

Caboclinhos é reconhecido pelo IPHA como patrimônio cultural do povo brasileiro. Os caboclinhos, nome atribuído aos dançarinos, vestem roupas coloridas e dançam com vários apetrechos, como pulseiras, colares e chapéus com penachos de várias tonalidades.

Forró

Provavelmente, é a mais popular e difundida dança típica do Nordeste brasileiro, tendo em vista que o forró está presente atualmente em todas as regiões do Brasil. É um dos tipos de dança nordestina mais apreciados tanto por homens quanto mulheres de todas as idades.

A modernização do forró

A popularidade do forró foi aumentando ao longo dos anos, sendo interessante destacar que a dança é uma das únicas mais populares do Nordeste que evoluiu a ponto de criar estilos paralelos desde que foi inventada.

Em meados dos anos 1980, o forró eletrônico conquistou as rádios do país, com a tradicional sanfona ganhando a companhia de guitarras e teclados elétricos, baixos e outros instrumentos modernos.

Já em 1990 houve uma explosão do forró contemporâneo, com a formação de várias bandas de forró universitário. Isso foi notável, uma vez que, simbolicamente, tornou-se uma continuação do legado de Luiz Gonzaga, divulgado por jovens entusiasmados. Além disso, ainda é uma das mais expressivas danças nordestinas de nosso país e motivo de orgulho para todos os brasileiros.

Desse modo, podemos concluir que as danças típicas do Nordeste refletem a alegria e simplicidade do povo ao usar a arte e a beleza de sua história e folclore. Saiba o que é Fandango e encante-se por uma das mais belas danças do Rio Grande do Norte!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-