Doce cartola: conheça a história por trás dessa sobremesa famosa

3 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Você conhece o doce cartola? Típica e muito famosa no Rio Grande do Norte, essa deliciosa sobremesa encanta o paladar com uma combinação perfeita de queijo e banana.

A partir de uma receita simples, é possível surpreender a família e incrementar o cardápio. Esse sabor especial, além de tudo, ajuda você a lembrar de sua experiência em Natal ou, ainda, a preparar os sentidos com a intenção de aproveitar ao máximo a estadia na capital potiguar.

Gostou da ideia? Então continue a leitura do post e descubra como fazer o doce! Trazemos também informações sobre a história desse quitute e algumas curiosidades.

História do doce cartola e curiosidades

De origem nordestina, mais precisamente pernambucana, o doce cartola faz sucesso em vários estados da região. Conta-se que o prato é bastante antigo e remete às casas-grandes dos engenhos.

O mais interessante da iguaria é que, para os historiadores, ela consiste em uma mistura dos costumes dos três principais grupos ocupantes do Brasil colonial: portugueses, indígenas e africanos.

Feito de banana frita na manteiga, queijo e cobertura, quase sempre de açúcar e canela, o doce cartola é tão importante para a cultura nacional que foi considerado Patrimônio Imaterial de Pernambuco em 2009.

Receita do doce cartola

Preparado para aprender a receita tradicional? Além de simples, ela é muito deliciosa e costuma fazer sucesso com a garotada. Veja a seguir os ingredientes para uma porção:

  • uma banana;
  • canela a gosto;
  • uma colher de sopa de manteiga;
  • 200 gramas de queijo manteiga;
  • açúcar.

Ingredientes separados, basta cortar a banana em duas ou três fatias compridas e fritá-la na manteiga. Reserve e, na mesma panela, asse o queijo até que ele doure, depois é só empratar. Disponha as bananas e coloque o queijo em cima das frutas, antes de salpicar uma misturinha de canela e açúcar.

Variação do doce cartola

O prato faz tanto sucesso que não faltam variações. Para elaborar uma versão mais sofisticada, pode-se acrescentar farinha de trigo e de rosca aos ingredientes, assim como ovo, mel e sorvete de creme.

Primeiro empane o queijo, passando-o na farinha de trigo, no ovo e, por último, na farinha de rosca. Na sequência, frite e reserve. O passo seguinte consiste em assar as bananas em tiras ou rodelas com manteiga e adicionar uma colher de sopa de mel após dourar.

Por último, coloque a banana em um prato e o queijo por cima. Inclua ao lado uma bola de sorvete e decore com mel. Você pode preparar também outras coberturas e, para isso, apostar no chocolate em pó, por exemplo.

Além de delicioso, o doce cartola é bem tranquilo de produzir, verdade? Tanto a versão tradicional quanto a mais elaborada podem ser finalizadas em poucos minutos e, mesmo assim, garantem um sabor diferente à mesa.

Na hora de entregar o prato à família ou às visitas, não se esqueça de contar a história da iguaria. Lembre os convidados de que eles estão degustando uma pequena parte do imenso patrimônio gastronômico que o Nordeste tem a oferecer!

Gostou da dica? Então compartilhe o post nas redes sociais e divida essa deliciosa receita com seus amigos!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-